Fique Informado Fórum sobre Florestas

Diretoria Executiva da Anffema

 

Elias Cavalcante de Oliveira

Presidente 

 

Vago

Vice-Presidente  

 

Ademar Takeo Matsunaga

Diretor de Administração e Finanças 

 

Antônio Pereira de Morais

Secretário Geral   

 

Jean Túlio Cunha dos Anjos

Diretor de Assuntos Jurídicos 

 

Plinio Lucimar de Medeiros

Diretor de Valorização de Aposentados e Pensionistas

 

Vago

Diretor de Articulação Política e Comunicação Social

 

Vago

Diretora de Assuntos Sócio-Culturais 

 

José Carlos Pereira Leite

Diretor de Assuntos Técnico-Científico 

 

Marcos Antônio Reis Fróes

Ouvidor Geral

 

 

 

Conselho Fiscal da Anffema

 

Aldemar Pereira de Medeiros
Presidente 

 

Edson de Lima Ferreira
Secretário


José Odécio da Costa
Membro 

 

Escrito por secretaria   


Ele discursou na abertura do Fórum sobre Florestas lembrando que as matas são o habitat de 80% de todos os animais, plantas e insetos na terra. E cerca de 25% dos habitantes do planeta precisam das florestas para sobreviver. Segundo as Nações Unidas, as matas cobrem 30% da superfície terrestre, o que representa quase 4 bilhões de hectares.
Desafios – O Fórum sobre Florestas tem como tarefa fornecer uma plataforma global de ações para o gerenciamento sustentável das matas, evitando degradação e desmatamento. Segundo o presidente da sessão atual, o canadense Peter Besseau, o fórum está ajudando a transformar o trabalho dos especialistas no tema, tornando-o mais eficiente, ao reconhecer os desafios encarados pelos que dependem das florestas.
Os seis objetivos globais para o setor contribuem para o avanço da Agenda 2030 da ONU e também para responder às Metas de Biodiversidade de Aichi (plano que busca estabelecer ações para deter a perda da biodiversidade planetária, aprovado durante a 10ª Conferência da Convenção sobre Diversidade Biológica (COP-10), realizada na província de Aichi, Japão, e ao próprio Acordo de Paris, de mudança climática.
O brasileiro Manoel Sobral Filho, diretor do Fórum sobre Florestas da ONU, afirmou que, para construir um futuro verde e sustentável, é necessário combater a degradação ambiental, para que todos possam se beneficiar das florestas. Segundo Sobral, quando as matas são bem administradas, os benefícios são vistos em todo o mundo.
São seis os Objetivos Globais da Floresta:
1) Reverter as perdas florestais em todo o mundo através do gerenciamento sustentável, incluindo proteção, restauração, reflorestamento e aumento de esforços para evitar a degradação de florestas e contribuir para o esforço global contra a mudança climática;
2) Reforçar os benefícios socioeconômicos e ambientais baseados nas florestas, incluindo a melhoria da subsistência das pessoas que dependem das matas;
3) Aumentar substancialmente as áreas de proteção e de gerenciamento sustentável das florestas em todo o mundo, assim como a proporção de produtos florestais com manejo sustentável;
4) Mobilizar recursos financeiros, novos e adicionais, de todas as fontes para a implementação do manejo sustentável de florestas e fortalecer a cooperação técnico-científica e de parcerias no setor;
5) Promover a governança de plataformas para implementar o gerenciamento sustentável, incluindo o Instrumento da ONU sobre Florestas, e aumentar a contribuição das matas para a Agenda 2030;
6) Melhorar a cooperação, coordenação, coerência e sinergias sobre temas relacionados a florestas em todos os níveis, inclusive dentro do Sistema ONU e através da Parceria de Colaboração sobre Florestas por organizações-membros, bem como em setores interessados. (Fonte: Agência Brasil)

 
 
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos

Enquete

O que você prefere ?
 

Links




Representantes Estaduais da Anffema

 

Manoel Adalberto DouradoGomes
Acre 

Everaldo Rocha de Queiroz
Bahia 

Luiz Carlos Fonseca Meira
Ceará 

Fábio Murilo Wagnitz
Espírito  Santo 

José de Ribamar Costa
Maranhão 

Erivaldo Correia da Silva
Mato Grosso do Sul 

Antônio Maria de Melo Ferreira
Pará 

Ariosto Figueiredo Rios
Paraíba 

Ana Silvia Kozloski Wille de Abreu
Paraná 

 José Maurício Barbosa da Silva
Penambuco 

Aflaudísio Inácio Ribeiro
Rio Grande do Norte 

Lenine Barros Cruz
Tocantins